# 182



“Olhava o manequim enquanto me vestia, lento e abstraído, e perguntava a mim próprio: que poderei fazer hoje para que os outros não me vejam como um manequim? Ou melhor: para que me vejam, simplesmente?”

Texto: Paulo Kellerman
Foto: Tina Azinheiro

Sem comentários:

Enviar um comentário