# 758



"- Como é possível gostares tanto de mim?
- O meu coração é elástico... quanto mais gosto de ti, mais ele cresce; e quanto mais cresce, mais eu quero gostar.
- E se crescer tanto que, um dia, rebenta?
- Tu apanharás os pedaços um a um... sei que sim. E pedaço a pedaço, voltarás a recompô-lo."

Texto: Paulo Kellerman
Desenho: Maraia



Sem comentários:

Enviar um comentário